Bolhas no reservatório


Quando chega o dia de fazer a troca do conjunto de infusão, nem sempre a bomba já sinalizou “reservatório baixo”. Às vezes, ainda tem uma sobra relativamente grande de unidades de insulina no reservatório, mas que não atende a quantidade que necessito em 1 dia. Então, independente da quantidade de insulina que ainda resta no reservatório, se cheguei ao terceiro dia, eu troco todo o conjunto. Pelos seguintes motivos:

©  Eu particularmente não gosto de ficar mais de 3 dias com o cateter conectado no mesmo local do corpo. Pode infeccionar e a pele fica mais “manchada” do que o de costume;
©  No reservatório, eu coloco insulina suficiente para 3 dias (um pouquinho a mais para qualquer eventualidade). A insulina não dá para o 4º dia. Ainda que aconteça de ter uma sobra maior, essa sobra gera em torno de 30 unidades, o que não corresponde a minha dose diária necessária;
©   Além de tudo isso, a insulina que fica no reservatório está em temperatura ambiente, e não armazenada em local fresco. E também ela fica em “movimento” constante, já que está conectada ao meu corpo pela bomba. E todos nós sabemos que a insulina não deve ser agitada bruscamente antes de ser utilizada. Por isso, fico um pouco receosa em utilizar essa mesma insulina por mais de 3 dias.

Voltando ao assunto: fiz a troca do conjunto e ainda tinha uma sobra de insulina no reservatório. Foi então que percebi que ele estava cheio de bolhas!


Acho que isso acontece por causa da movimentação constante da bomba (troca de roupa, movimentos do corpo, pego a bomba toda hora pra olhar a glicemia, tiro para tomar banho, etc). Fiz uma retrospectiva verificando as glicemias e não percebi nenhuma discrepância entre elas durante esse período de 3 dias.

Vou ficar de olho nas próximas trocas ^^


Sangue


Estava eu, sentada, distraída, e de repente olho para o cateter da bomba, que estava aplicado na minha perna, e vejo uma cor: VERMELHO.
Achei estranho, olhei mais de perto e pensei, duvidando: “Esse negócio tá sangrando? Por dentro?”
E o pior é que estava sangrando sim. E o sangue estava subindo pela cânula.
Achei esquisito, porque às vezes acontece um erro na hora de fazer a troca do conjunto - já postei aqui sobre quando a cânula dobra e bloqueia a passagem de insulina da bomba para o corpo -, mas geralmente, isso acontece logo após a troca. Nesse caso, já era o 2º dia, ou seja, no dia seguinte eu iria fazer nova troca. Então tive que adiantar a troca do conjunto todo em um dia.
Essa foi a primeira vez que isso aconteceu. Semana passada, percebi a mesma cor vermelha vindo da cânula. Pensei: “De novo?”. Só que dessa vez, eu só vi no exato momento em que eu iria começar a fazer a troca do conjunto de infusão.

Não sei se isso é recorrente, mas nesse tempo em que uso a bomba, já aconteceu comigo duas vezes, e, coincidência ou não, foi somente quando o conjunto estava aplicado na perna. A enfermeira me contou que, ao ver sangue nessas situações, é preciso fazer a troca sempre.

Fiquei pensando se nesses períodos eu bati a perna em algum lugar, ou puxei sem querer o fio do cateter. Mas não consegui encontrar respostas para esses sangramentos :(

Receber via email

Digite seu endereço de email:

Delivered by FeedBurner

Voltar ao topo