Usando o FreeStyle Libre

Estou usando o FreeStyle Libre há 10 dias e vou compartilhar aqui no blog um pouquinho da minha experiência inicial com esse glicosímetro.

Primeiros passos

Fiz o cadastro no site em fevereiro e em julho recebi o e-mail para que pudesse efetuar a compra online pela drogaria Onofre, em São Paulo.

Comprei o kit inicial com 1 leitor e 2 sensores pelo valor promocional de R$ 599,70 + R$ 15,00 de frete, pois moro em Minas Gerais e o produto, como eu disse, vinha de São Paulo. Chegou muito rápido: fiz a compra no domingo e na terça-feira o kit chegou em minha casa.


Instalando o sensor

Fiquei maluca para colocar o sensor no mesmo momento que abri a caixinha, mas uma voz interior me disse: “Nayama, procure orientação da sua médica antes de instalar. Porque se você fizer alguma coisa errada, você vai perder um sensor que duraria 14 dias e que custou R$ 240,00”. Pois é, minha consciência fala muito alto às vezes.

E seguir essa vozinha foi a melhor coisa que fiz. Enviei uma mensagem para minha endócrino e ela perguntou se eu gostaria de ir até o consultório, pois ela gostaria de me acompanhar na primeira instalação, para garantir que tudo ocorresse certo. Gente, isso para mim foi o máximo, me senti muito segura.

No dia seguinte, fui até o consultório e a primeira novidade para mim foi saber que eu não precisaria “calibrar” o sensor a cada 12 horas, como acontece com o sensor Enlite da Medtronic. Uma vez instalado, o FreeStyle Libre te “libera” das picadinhas do glicosímetro convencional.

Em menos de 1 minuto ele estava instalado no meu braço. Detalhe: a parte posterior do braço é o único local indicado para colocar o FreeStyle Libre. Pra mim estava perfeito, pois eu já utilizava o sensor da Medtronic somente no braço mesmo.


Demora por volta de umas 3 horas para que ele comece a funcionar de fato, então a dica é colocar à noite, para que ao acordar, ele já esteja prontinho.

O meu demorou mais de 3 horas para sincronizar com a glicemia verdadeira. Eu media no FreeStyle Libre e em seguida no Accu-chek e sempre dava uma diferença grande, cerca de 40 mg/dL para mais no FreeStyle Libre.

Evolução

Depois que a sincronização foi alcançada, ou seja, a medida da glicemia no FreeStyle Libre estava bem próxima ou igual à medida no Accu-chek, passei a confiar muito no novo glicosímetro flash. Tive dias em que não medi a glicemia no Accu-chek, fiquei somente no FreeStyle Libre.


Durante esses 10 dias de uso, precisei carregar o leitor apenas uma vez. E no 6º dia, a cola do adesivo do sensor acabou. Então, para não correr o risco de perder o sensor, coloquei um dos adesivos do sensor Enlite da Medtronic.


Eu achei que esse adesivo que coloquei iria durar até o dia de trocar o sensor, mas no 12º dia, após uma manhã no clube, o adesivo simplesmente perdeu a cola e eu tive que retirá-lo e colocar um novo adesivo.



Conclusão

A minha conclusão inicial é que esse é um grande passo no tratamento do diabetes. Cada vez sinto mais liberdade em meu dia a dia utilizando os novos tratamentos que surgem. É claro que há um preço (alto) a se pagar por isso. Para mim, o FreeStyle Libre é uma alternativa ao sensor Enlite da Medtronic, pois seu valor é cerca de 3 vezes mais barato, fazendo com que ele se torne mais acessível de ser adquirido.

Além do mais, é possível fazer o download gratuito do software para transferir os dados armazenados no leitor do FreeStyle Libre para o computador. Fica mais fácil analisar os gráficos e dá para enviar esse arquivo para o médico analisar como está o tratamento.

Veja nos vídeos abaixo como é fácil utilizar o FreeStyle Libre:

video


video

6 comentários:

  1. Olá! Gostei muito do seu depoimento! Também comprei este equipamento e apliquei meu primeiro sensor ontem. Hoje estou sentindo um certo incomodo no local, tipo umas pontadinhas... Vc sentiu algo assim? Ou é normal? Será que pode trocar de local o sensor caso comece a incomodar muito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Não senti nada não. Já usei os 2 sensores que comprei (28 dias no total) e não senti nenhum incômodo. Talvez vc pegou um vasinho ao instalar, nada de anormal. Se você optar por trocar o sensor de local, saiba que assim que retirar o sensor você vai perdê-lo, não dá para reutilizar, você terá que instalar um novo sensor.
      Avalie mais alguns dias, se o incômodo não passar, creio que o melhor seja retirar mesmo o sensor.
      Beijos.

      Excluir
  2. Olá, boa noite!
    Você consegue comprar esse adesivo do Enlite Medtronic separadamente??
    Obrigada!!
    Adorei sua página!!! Ajuda muito as pessoas que tem diabetes!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Franciane, tudo bem?
      Não consigo comprar separadamente esse adesivo da Medtronic, mas na caixinha vem muitos, mais do dobro, não vem a conta certa para os 5 sensores que vem na caixa.Então sempre sobra, sem estresse.
      Mas a vejo muita gente postando que compra uma fita adesiva, tipo um micropore, na farmácia mesmo. E que funciona bem para os sensores.

      Ahhh, e que bom que você gostou do blog, fiquei super feliz ao ler seu comentário!
      Beijos.

      Excluir
  3. O Aparelho é ótimo adquiri um.só acho que o preço dos sensores poderia ser mais acessível. Deveria custar em torno de 150 a 170 reais.seria um preço justo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Realmente é um aparelho ótimo mesmo, ajuda muito no controle da glicemia. Concordo que poderia ser mais barato, é um custo mensal muito alto para fazer o tratamento contínuo =/

      Excluir

Receber via email

Digite seu endereço de email:

Delivered by FeedBurner

Voltar ao topo