Trocando a pilha da bomba

Uma coisa eu afirmo: eu nunca gastei tanta pilha nessa minha vida como eu gasto agora com a bomba de insulina!

Desde que eu uso a bomba, pilhas AAA também fazem parte da minha “lista de insumos”. É claro que as pilhas sou eu quem compro, mas ela se torna parte dos insumos porque sem a pilha a bomba não funciona.

E a moedinha de 5 centavos é minha aliada na hora de trocar a pilha. Para abrir a tampinha, é preciso uma moedinha de 5 centavos que encaixa direitinho na tampa para rosquear.

video

É super fácil trocar a pilha e, ainda assim, uma vez eu consegui fechar a tampa com tanta força, que da próxima vez que precisei trocar a pilha eu não conseguia abrir a tampa. Forcei tanto com a moedinha que estragou um pouquinho. Depois disso eu aprendi que não é preciso fechar com força.


Duração

Usando a bomba sem o sensor Enlite, a pilha dura 1 mês. Já com o sensor, dura metade desse tempo.

No Instagram, alguns seguidores me indicaram usar pilhas recarregáveis na bomba, porém a Medtronic não indica. Por isso, é melhor seguir a indicação da fabricante, ok?!

Antes da “energia” acabar de vez, a bomba emite um alarme sonoro juntamente com uma mensagem na tela do visor avisando que a pilha está fraca e que deve ser trocada. Após receber essa mensagem, não é mais possível acender a luz do visor da bomba, porque ela meio que entra em modo de “economia”. Assim que essa mensagem aparece, o ideal é trocar a pilha o quanto antes, pois a bomba pode simplesmente se desligar e não vai dar nem para perceber que ela não está funcionando.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receber via email

Digite seu endereço de email:

Delivered by FeedBurner

Voltar ao topo