Sobre as promessas de 2016

Em janeiro de 2016 tracei algumas metas de ano novo, as tais “resoluções de ano novo”. Clique aqui se quiser ler na íntegra. A meta que considerava mais importante, que era abaixar a hemoglobina glicada, foi alcançada. Já as demais…. Vejamos:

Metas de 2016

1. Alcançar uma Hemoglobina Glicada de 7% (se ficar abaixo de 7 é lucro): estava 7,3%
2. Voltar para os meus 54 kg (se ficar abaixo de 54 é lucro): pesava 58,8 kg
3. Voltar a correr e correr pelo menos 5 km: não corria há 6 meses e fazia no máximo 3 km
4. Entrar para a aula de zumba: nunca havia feito aula de zumba

Tive o ano inteiro de 2016 para alcançar essas metas e agora vamos aos resultados de 2017:

1. Hemoglobina glicada em março de 2017: 6,9%
2. Peso: 58,2 kg
3. Voltei a correr no início do ano, mas no final eu já tinha parado de novo. Porém, estava correndo 4 km e não foi por falta de fôlego que não cheguei aos 5 km, foi apenas uma questão de ajuste de dose de insulina e horário de correr. Nas últimas vezes, eu parei de correr aos 4 km porque a glicemia estava caindo rápido demais e logo viria uma crise de hipoglicemia. Mas eu aguentava correr bem mais.
4. Estou completamente apaixonada pelas aulas de zumba. Nunca havia feito, mas agora tenho até uma playlist no meu celular com as músicas que tocam nas aulas e sei todas as coreografias de cor. Não falto às aulas e olha que nesse mês fez 1 ano que estou lá e não me canso de jeito nenhum. Inclusive, gosto mais da aula de zumba do que da aula de treinamento funcional. A zumba relaxa e desestressa a cabeça.

O resumo da obra até que não foi tão ruim, mas podia sempre ser melhor. Faltou fechar a boca e controlar melhor a glicemia. Mas isso estou fazendo e tenho certeza que meu próximo exame de hemoglobina glicada estará ainda melhor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receber via email

Digite seu endereço de email:

Delivered by FeedBurner

Voltar ao topo