Noiva Diabética


Tenho andado sumida daqui. Minha última postagem foi em janeiro e já estamos na metade do mês de março.

Esse sumiço tem motivo: vou me casar.


É uma dupla sensação: é algo que me deixa feliz e ao mesmo tempo algo que me traz uma ansiedade quase incontrolável.

Mês passado, achei que ia ter um treco. Não tive porque Deus me ampara. Mas tive uma hiperglicemia HI, que não dá nem pra saber qual foi o número exato.

“Pilhada” e “ansiosa” são as duas palavras que mais tenho usado ultimamente. Era para ser um momento único, mas ainda tento não sofrer com tanta ansiedade e tanta coisa pra pagar.

Os boletos não param de chegar, as contas aumentaram, as contratações para o casamento não param e, infelizmente, eu continuo sem receber todos os meus insumos, portanto o gasto com medicamentos continua alto.

Isso estressa, isso tira o sono, isso altera minha glicemia. Manter a calma tem sido a melhor forma de controlar a glicemia.

No último sábado, dia 10/03, foi o meu chá de casa nova. Foi lindo, foi perfeito. Preparei cada detalhe da decoração com muito carinho. Recebi muitos convidados, entre familiares, amigos do dia-a-dia e amigos que eu não via já há algum tempo. A sensação é indescritível. Ainda que eu tente escrever, escrever, escrever, não conseguirei materializar a sensação daquela noite.

Tenho uma lembrança forte de ter 2 hipoglicemias durante o dia e, 30 minutos antes do evento, quando eu estava no banho, senti um “ovo” na nuca, algo bem grande, provocado, obviamente, pelo estresse do dia.

Para tentar diminuir os custos do casamento, muitas coisas optei pelo DIY, então todo o meu tempo livre acabo direcionando para os afazeres do casamento.

Deixar de escrever nesse espaço causa uma lacuna em minha vida, em minha rotina. Em breve, tenho certeza que reorganizarei meu tempo de dedicação ao meu querido blog.







Receber via email

Digite seu endereço de email:

Delivered by FeedBurner

Voltar ao topo