Look de fim de semana com a bomba


Esse final de semana completei 1 semana usando a bomba. Realmente, é muito fácil ver os pontos positivos que ela me traz. Mas estou aqui pra mostrar como tenho lidado com o ponto negativo dela: esconder a bomba. Ou melhor, camuflar, é o mais ideal.

No meio de semana, ao ir para o trabalho, confesso que sou mais relax, ponho no bolso de trás da calça e pronto. Como eu disse, tem roupas que não consigo escondê-la de forma alguma, por isso tenho evitado usar determinadas roupas, pelo menos este mês.

Quando chega o fim de semana é que o bicho pega. Mas de uma forma simples, eu me dei bem no domingo. Meu namorado e eu saímos à noite e formos a um restaurante de comida chinesa. Escolhi o look sem pensar na bomba, e depois coloquei ela no bolso da frente do short, sem paranoia. Ficou discreto, ou melhor, camuflada :)



Troca do conjunto de infusão da bomba de insulina


A primeira troca que fiz do conjunto de infusão depois que coloquei a bomba de insulina foi acompanhada pela enfermeira da Medtronic. Foi tranquilo, apesar de que às vezes me dava um branco de qual era o próximo passo =/

Mas muito atenciosa, a enfermeira sempre me ajudava a lembrar. O adesivo que fixa a cânula e o cateter na pele é muito difícil de desgrudar, o que é bom, visto que no dia-a-dia ele precisa mesmo dar essa segurança de que não vai desgrudar se acidentalmente eu der um puxão no cateter ao dormir, por exemplo.

cânula é a parte que fica aplicada no subcutâneo, e estou usando uma de 9 milímetros, que até então, não me incomodou nada.


Hoje farei a segunda troca, sozinha. E com o manual nas mãos pra não ter erro. Acho que vou me sair bem nessa missão!

Também comprei uma braçadeira porta celular para colocar a bomba quando eu faço atividades físicas e também descobri que é uma ótima opção para colocar a bomba ao dormir. Pelo menos eu achei melhor dormir com a bomba presa ao braço do que presa à cintura.



Usando a bomba de insulina


05/04/14 - Poderia ter sido um sábado qualquer, mas simplesmente não foi. Hoje pela manhã eu iniciei o teste com a bomba de infusão de insulina.
No decorrer da semana, eu pensei que iria ficar super tensa, ansiosa, pensando em como seria usar a bomba. Mas para minha surpresa, não me preocupei com esse assunto nem um minuto sequer. Pode ter sido pelo fato de que foi uma semana puxada no trabalho. Ou também o fato de que eu gripei, então estava a todo custo tentando amenizar todos os chatos sintomas da gripe. Ou pode ter sido pelo simples fato de que eu realmente não estava preocupada em colocar a bomba. A verdade é que eu estava tranquila.
A enfermeira da Medtronic chegou em minha casa no horário combinado. Super simpática e paciente, ela me ensinou a configurar a bomba e também todas as etapas para trocar o conjunto de infusão (em outras palavras: colocar/trocar a bomba no meu corpo).
Treinei o procedimento 3 vezes na espuma, simulando insulina com água, antes de colocar em mim rsrs. Mas consegui. E não senti nenhum incômodo.

Também recebi da Medtronic um livrinho de contagem de carboidratos e um manual de utilização e orientação da bomba Paradigm, com o passo-a-passo ilustrado de como trocar o conjunto de infusão.

Minha primeira troca desse conjunto de infusão será daqui a 3 dias, e a enfermeira me acompanhará novamente.
Claro que o ponto negativo continua sendo um ponto negativo. Achei a bomba pesada, e ela é um pouco menor do que meu celular, porém mais espessa. É difícil escondê-la em algumas roupas, e ela não cabe dentro dos bolsos de alguns shorts que tenho.

Mas no geral, achei bem fácil as configurações dela, é bem autoexplicativo.


Receber via email

Digite seu endereço de email:

Delivered by FeedBurner

Voltar ao topo