Usando a bomba de insulina


05/04/14 - Poderia ter sido um sábado qualquer, mas simplesmente não foi. Hoje pela manhã eu iniciei o teste com a bomba de infusão de insulina.
No decorrer da semana, eu pensei que iria ficar super tensa, ansiosa, pensando em como seria usar a bomba. Mas para minha surpresa, não me preocupei com esse assunto nem um minuto sequer. Pode ter sido pelo fato de que foi uma semana puxada no trabalho. Ou também o fato de que eu gripei, então estava a todo custo tentando amenizar todos os chatos sintomas da gripe. Ou pode ter sido pelo simples fato de que eu realmente não estava preocupada em colocar a bomba. A verdade é que eu estava tranquila.
A enfermeira da Medtronic chegou em minha casa no horário combinado. Super simpática e paciente, ela me ensinou a configurar a bomba e também todas as etapas para trocar o conjunto de infusão (em outras palavras: colocar/trocar a bomba no meu corpo).
Treinei o procedimento 3 vezes na espuma, simulando insulina com água, antes de colocar em mim rsrs. Mas consegui. E não senti nenhum incômodo.

Também recebi da Medtronic um livrinho de contagem de carboidratos e um manual de utilização e orientação da bomba Paradigm, com o passo-a-passo ilustrado de como trocar o conjunto de infusão.

Minha primeira troca desse conjunto de infusão será daqui a 3 dias, e a enfermeira me acompanhará novamente.
Claro que o ponto negativo continua sendo um ponto negativo. Achei a bomba pesada, e ela é um pouco menor do que meu celular, porém mais espessa. É difícil escondê-la em algumas roupas, e ela não cabe dentro dos bolsos de alguns shorts que tenho.

Mas no geral, achei bem fácil as configurações dela, é bem autoexplicativo.


2 comentários:

  1. Oláaa, Nayama, que legal, você é mineira e pulbicitária como eu hahaha.
    Então, estou aqui divulgando uma pesquisa, que faz parte de um projeto muito interessante na Universidade Federal do ABC. Este projeto visa contribuir com o desenvolvimento tecnológico em prol do bem estar do diabético com melhorias no tratamento, incentivando colegas e professores doutores a pesquisar e dar continuidade no desenvolvimento de tecnologias que já estão em estudo na UFABC.

    Muito interessante você relatando seu uso da bomba de insulina. O que está achando?

    Você pode responder essa pesquisa, por favor? Ou compartilha-la em seu blog.. Qualquer ajuda é bem vinda.

    Obrigada!

    https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?fromEmail=true&formkey=dGNPanFfY0JzR2tRWTFhSGtwWlVFeHc6MA

    ResponderExcluir
  2. Olá! Respondi sim sua pesquisa. Porém não sei até que nível ajudo, pois sou de MG e a pesquisa, pelo que entendi, é relativa à SP.
    Amei fazer o teste com a bomba de insulina. Será tópico para mais um post :)
    Beijos

    ResponderExcluir

Receber via email

Digite seu endereço de email:

Delivered by FeedBurner

Voltar ao topo